Scutelleridae, W.E.Leach, 1815

Grazia, Jocélia & Schwertner, Cristiano Feldens, 2011, Checklist dos percevejos-do-mato (Hemiptera: Heteroptera: Pentatomoidea) do Estado de São Paulo, Brasil, Biota Neotropica 11, pp. 705-716: 708

publication ID

http://doi.org/ 10.1590/S1676-06032011000500034

persistent identifier

http://treatment.plazi.org/id/03ED87EC-FFC7-FF99-FFDC-12F6FEC8518D

treatment provided by

Carolina

scientific name

Scutelleridae
status

 

Scutelleridae 

Reúne heterópteros das mais variadas cores (vermelho, azul, amarelo, ente outras), frequentemente iridescentes. São conhecidos vulgarmente por percevejos-escudo, em face de seu amplo escutelo recobrindo todo o abdome. De tamanho médio a grande (5 a15 mm), têm distribuição mundial, com 80 gêneros e 450 espécies. São facilmente confundidos com besouros. Épouco estudada na região neotropical, mesmo estando relativamente bem representada nas coleções dos museus. Uma das espécies mais comuns é Pachycoris  torridus (Scopoli), que tem ampla distribuição na região neotropical e apresenta grande variabilidade de coloração ( Monte 1937, Sanchez-Souto et al. 2004). Entre os escutelerídeos é comum a ocorrência de espécies que apresentam policromatismo (i.e. Paleari 1992, Sanches-Soto et al. 2004). A biologia das espécies de importância econômica foi revisada por Javahery et al. (2000), incluíndo entre elas pelo menos três espécies do gênero Pachycoris Burmeister  ( Javahery et al. 2000, Soto & Nakano 2002). Para São Paulo foram registradas cinco espécies. A taxonomia e a biologia do grupo no Brasil e na região Neotropical está desatualizada. Barcellos et al. (no prelo) sumarizam as informações sobre a familia na Argentina fornecendo uma chave para os gêneros e a relação das plantas hospedeiras.